Resenha | O peso do pássaro morto, de Aline Bei

O peso do pássaro morto, livro de estreia de Aline Bei, aborda temas como morte, problemas familiares, estupro e frustração pessoal. Sim, o texto é forte e triste. Mas foi escrito com tanta delicadeza e de uma forma tão original, que sua leitura é cativante.

Continuar lendo “Resenha | O peso do pássaro morto, de Aline Bei”

Resenha | Cárcere privado, de Margarida Patriota

Cárcere privado começa com uma atitude extrema: a narradora — uma tradutora, ex-funcionária pública federal, com ótima condição financeira — sequestra uma mulher, Mara Dália, a quem culpa por quase tudo de ruim que já aconteceu em sua vida. O leitor acompanha o período que a protagonista mantém a vítima presa em seu apartamento, na Asa Sul de Brasília.

Continuar lendo “Resenha | Cárcere privado, de Margarida Patriota”

Resenha | Dança sueca, de Vera Saad

DANÇA SUECA
Autora: Vera Saad
Editora: Patuá
Páginas: 232
Avaliação: 4-estrelas-muito-bom / Muito bom
Onde comprar: Amazon

*Livro recebido através da parceria com a Oasys Cultural.

Em Dança sueca, Vera Saad narra a vida de um grupo de personagens ligados por laços familiares, de amizade e sexuais, sendo que esses dois últimos estão frequentemente entrelaçados. São as relações entre esses personagens que movem o romance, que foi enviado para o blog pela agência Oasys Cultural.

Continuar lendo “Resenha | Dança sueca, de Vera Saad”

Resenha | Sobre a imortalidade de Rui de Leão, de Machado de Assis

SOBRE A IMORTALIDADE DE RUI DE LEÃO
Autor:
Machado de Assis
Editora:
Plutão
Páginas:
76
Avaliação: 4-estrelas-muito-bom
/ Muito bom
Onde comprar:
Amazon

Considerando que uma das obras mais importantes de Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas, é um romance narrado por um defunto, não chega a causar tanto espanto descobrir que o “Bruxo do Cosme Velho” escreveu não uma, mas duas versões de um conto cujo protagonista é um homem incapaz de morrer. São essas duas narrativas que a Plutão reuniu em Sobre a imortalidade de Rui de Leão.

Continuar lendo “Resenha | Sobre a imortalidade de Rui de Leão, de Machado de Assis”