Resenha | O peso do pássaro morto, de Aline Bei

O peso do pássaro morto, livro de estreia de Aline Bei, aborda temas como morte, problemas familiares, estupro e frustração pessoal. Sim, o texto é forte e triste. Mas foi escrito com tanta delicadeza e de uma forma tão original, que sua leitura é cativante.

Dentro da cabeça — e da alma — da protagonista

Aline Bei narra a vida cheia de dores e perdas de uma mulher, cujo nome jamais é revelado, dos 8 aos 52 anos. O texto é disposto como se fosse um poema, e a autora utiliza as quebras de linha como recurso narrativo:

“— claro. — respondi

entendendo que o tempo
sempre leva
as nossas coisas preferidas no mundo
e nos esquece aqui
olhando pra vida
sem elas.”

Esse formato pode assustar alguns leitores num primeiro momento, mas a escrita de Bei é direta e linear, com um vocabulário muito acessível.

A maior parte de O peso do pássaro morto é narrada em primeira pessoa pela personagem principal, e é impressionante a forma como a autora nos leva para dentro da cabeça — e da alma — de sua protagonista. O primeiro capítulo, que mostra a personagem ainda criança, é muito comovente.

Um belo romance de formação

É doloroso acompanhar aquela mulher tentando ter o controle total de sua própria vida e aprendendo que isso nem sempre é possível. Mesmo quando ela consegue fazer valer suas vontades, isso tem um custo e traz consequências, que podem ser boas ou más.

Entre tantas tristezas e frustrações, as pequenas alegrias sempre precisam ser valorizadas; mas o que acontece quando não podemos percebê-las? Ou quando elas desaparecem entre nossos dedos? Essas questões passam pela cabeça do leitor durante a leitura.

Repito: O peso do pássaro morto é um livro muito triste. Mas é um belíssimo romance de formação, com uma construção corajosa e original, que vale muito a pena ser lido.

O PESO DO PÁSSARO MORTO
Autora: Aline Bei
Editora: Nós
Páginas: 168
Onde comprar: Amazon


Postado por Lucas Furlan

É formado em Comunicação Social e trabalha com criação de conteúdo para a internet. Toca guitarra e adora música e cinema, mas, antes de tudo, é um leitor apaixonado por livros.

2 comentários em “Resenha | O peso do pássaro morto, de Aline Bei

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s