Resenha | Nico Walker se inspira na própria trajetória tortuosa no excelente ‘Cherry: inocência perdida’

Seria um enorme desperdício se a vida de Nico Walker não fosse transformada em livro e filme. Acompanhe comigo: ele se alistou no exército e foi enviado para a Guerra do Iraque. Ao voltar, passou a sofrer de transtorno do estresse pós-traumático e se viciou em heroína. Para sustentar o vício, começou a assaltar bancos. Tudo isso antes de completar 30 anos. Walker foi preso e, na cadeia, recebeu uma proposta para escrever um livro, que foi intitulado Cherry. Ao ser publicado, o romance foi aclamado e se tornou um best-seller do New York Times.

Continuar lendo “Resenha | Nico Walker se inspira na própria trajetória tortuosa no excelente ‘Cherry: inocência perdida’”

Resenha | Revolta da vacina, de André Diniz

1904 foi um ano particularmente conturbado na cidade do Rio de Janeiro. A então capital federal passava por uma política de “modernização” proposta pelo presidente Rodrigues Alves e pelo prefeito Pereira Passos, que incluía a demolição de cortiços e casas velhas no centro da cidade. Isso forçou a população pobre, incapaz de arcar com o alto preço dos imóveis e dos aluguéis, a ocupar os morros ou a se mudar para bairros periféricos. Havia um grande número de desempregados e o Rio ainda enfrentava epidemias de varíola, febre amarela e peste bubônica.

Continuar lendo “Resenha | Revolta da vacina, de André Diniz”

Resenha | Death Disco V.2, de Atsushi Kaneko

O volume inicial de Death Disco me conquistou pela bizarrice e pelo ritmo frenético da história. Agora, no segundo volume, Atsushi Kaneko dá uma desacelerada de leve — bem de leve. As sequências de ação com a protagonista Deathko continuam sendo o ponto central do mangá, mas o autor também cede espaço a alguns coadjuvantes.

Continuar lendo “Resenha | Death Disco V.2, de Atsushi Kaneko”

Resenha | “Condado Maldito 2”: o que faz de algo (ou alguém) um monstro?

Eu tenho lido muitas HQs ultimamente, e uma das séries que mais estou gostando de acompanhar é Condado Maldito. A DarkSide, em parceria com a Macabra TV, acaba de lançar o segundo volume no Brasil, intitulado Maus Presságios — serão 8 no total.

Continuar lendo “Resenha | “Condado Maldito 2”: o que faz de algo (ou alguém) um monstro?”