‘O coração delator’ é uma aula de como criar um narrador louco

Publicado em 1843, The tell-tale heart (O coração delator, ou O coração revelador, dependendo da tradução) é um dos contos mais famosos de Edgar Allan Poe. Seu narrador é um homem que tenta provar sua sanidade descrevendo, paradoxalmente, um crime terrível que cometeu. Neste post vou descrever alguns detalhes do enredo; se você não quiser receber spoilers, leia o conto primeiro e volte pra cá depois.

Continuar lendo “‘O coração delator’ é uma aula de como criar um narrador louco”

Resenha | Professor de escrita criativa, Luís Roberto Amabile escreve ótimos contos em ‘O lado que não era visível para quem estava na estrada’

É uma pena que tantos leitores digam que não gostam de contos. Ao ler apenas romances, eles deixam de conhecer obras-primas da literatura mundial e excelentes trabalhos de autores contemporâneos, como é o caso deste O lado que não era visível para quem estava na estrada.

Continuar lendo “Resenha | Professor de escrita criativa, Luís Roberto Amabile escreve ótimos contos em ‘O lado que não era visível para quem estava na estrada’”

Resenha | “Seu Bartolomeu do Futuro”: Pedro Duarte usa o futuro para falar de questões do presente

Seu Bartolomeu do Futuro é um texto (conto?) curioso. A história é mínima: num futuro próximo, o personagem-título sai numa noite qualquer pra comprar refrigerante, mas várias coisas dão errado. O destaque do texto não é a trama, mas sim o narrador, que pode ser o próprio autor, Pedro Duarte.

Continuar lendo “Resenha | “Seu Bartolomeu do Futuro”: Pedro Duarte usa o futuro para falar de questões do presente”

Resenha | Antologia Dark, de Cesar Bravo (organização)

Organizada por Cesar Bravo, Antologia Dark reúne 14 contos inéditos de escritores brasileiros inspirados na vasta bibliografia de Stephen King.

Continuar lendo “Resenha | Antologia Dark, de Cesar Bravo (organização)”