Resenha | As mulheres se tornam mercadoria na distopia “Boas meninas não fazem perguntas”

O machismo está tão enraizado na nossa sociedade que, infelizmente, chega a ser visto por algumas pessoas como algo natural e até aceitável. Mas você já imaginou se a opressão e a violência contra as mulheres fossem institucionalizadas? É com esse cenário tenebroso que o escritor Lucas Mota trabalha na distopia Boas meninas não fazem perguntas.

Continuar lendo “Resenha | As mulheres se tornam mercadoria na distopia “Boas meninas não fazem perguntas””

Resenha | O mundo é dominado por extremistas religiosos na distopia brasileira “E se as cartas falassem?”

A introdução de E se as cartas falassem?, escrito por Mayron Damasceno e Johnatan Gomes, dá a falsa impressão de que o livro vai contar uma história distante da nossa realidade. Afinal, ficamos sabendo que uma sociedade secreta tomou o poder em praticamente todos os países do mundo — inclusive no Brasil —, depois de se infiltrar no Vaticano e executar um bem sucedido ataque à ONU.

Esse início, a meu ver, é o ponto mais questionável do livro, por ser exagerado e conspiratório demais. Porém, mais importante é o que acontece após o surgimento dessa liderança, batizada como Nova Ordem: percebemos o quanto E se as cartas falassem? trata de temas que são preocupantes, em diferentes escalas, já nos nossos dias atuais.

Continuar lendo “Resenha | O mundo é dominado por extremistas religiosos na distopia brasileira “E se as cartas falassem?””

Resenha | Revista A Taverna 03 (vários autores)

A terceira edição da revista digital A Taverna foi lançada no final de março, com arte de capa de Robson Michel e uma excelente seleção de contos.

Continuar lendo “Resenha | Revista A Taverna 03 (vários autores)”

Resenha | Revista A Taverna 02 (vários autores)

O surgimento da revista digital A Taverna foi uma ótima notícia para leitores e escritores de ficção especulativa. Foram duas edições até agora: a primeira saiu em janeiro do ano passado, e a segunda em julho. Diogo Ramos e Otniel P. Pereira foram os editores-chefes dessa edição 2, e Harumi Namba foi a artista responsável pela capa. Além das cinco narrativas selecionadas, a revista apresenta também um prólogo escrito por Letícia Werner.

Continuar lendo “Resenha | Revista A Taverna 02 (vários autores)”