Resenha | Um conto de Natal, de Charles Dickens

Um conto de Natal foi minha última leitura de 2019. Como era de se esperar, eu pretendia publicar esta resenha entre os dias 24 e 25 de dezembro, mas o ritmo das coisas fica um pouco diferente no fim do ano… Não tem problema: esse clássico de Charles Dickens pode — e deve — ser lido em qualquer época do ano.

Continuar lendo “Resenha | Um conto de Natal, de Charles Dickens”

Resenha | A feiticeira de São Judas Tadeu dos Milagres, de Isa Prospero

Enquanto lia A feiticeira de São Judas Tadeu dos Milagres, lembrei bastante dos livros da Coleção Vaga-lume. Muitas das obras da clássica série da editora Ática tinham como personagens pessoas comuns que tinham que encarar, ao lado de amigos e familiares, situações cheias de mistérios e descobertas. O conto de Isa Prospero tem essa mesma pegada e, se fosse mais longo (e tivesse sido escrito há mais tempo), poderia perfeitamente fazer parte da coleção.

Continuar lendo “Resenha | A feiticeira de São Judas Tadeu dos Milagres, de Isa Prospero”

Resenha | O curioso caso de Benjamin Button, de F. Scott Fitzgerald

O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON, seguido de BERNICE CORTA O CABELO
Autor: F. Scott Fitzgerald
Tradução: Rodrigo Breunig e Cássia Zanon
Editora: L&PM
Páginas: 96
Avaliação: 5-estrelas-otimo / Ótimo
Onde comprar: Amazon

A L&PM tem em seu vasto catálogo de livros de bolso a coleção 96 páginas, que reúne livros curtos e eBooks com contos, novelas e ensaios de grandes autores. Um dos títulos é esse O curioso caso de Benjamin Button, seguido de Bernice corta o cabelo, com dois dos contos mais conhecidos do escritor norte americano F. Scott Fitzgerald. Escolhi essa leitura por causa da primeira história, mas a segunda também é excelente.

Continuar lendo “Resenha | O curioso caso de Benjamin Button, de F. Scott Fitzgerald”

Resenha | Sobre a imortalidade de Rui de Leão, de Machado de Assis

SOBRE A IMORTALIDADE DE RUI DE LEÃO
Autor:
Machado de Assis
Editora:
Plutão
Páginas:
76
Avaliação: 4-estrelas-muito-bom
/ Muito bom
Onde comprar:
Amazon

Considerando que uma das obras mais importantes de Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas, é um romance narrado por um defunto, não chega a causar tanto espanto descobrir que o “Bruxo do Cosme Velho” escreveu não uma, mas duas versões de um conto cujo protagonista é um homem incapaz de morrer. São essas duas narrativas que a Plutão reuniu em Sobre a imortalidade de Rui de Leão.

Continuar lendo “Resenha | Sobre a imortalidade de Rui de Leão, de Machado de Assis”