Resenha | ‘O futuro dos que ardem por um passado melhor’ é uma distopia bastante conservadora

Distopias apresentam visões pessimistas do futuro, que ecoam, com maior ou menor exagero, questões importantes da época em que foram escritas. Os cenários em que elas se passam apresentam situações vistas como tendências pelos autores, que podem estar certas ou não – só o tempo vai dizer. Em seu livro de estreia, O passado dos que ardem por um futuro melhor, o escritor e diplomata Daniel Falcon Lins também faz uma projeção do futuro. O problema é que ela mais parece um pesadelo saído dos grupos conservadores do WhatsApp.

Continuar lendo “Resenha | ‘O futuro dos que ardem por um passado melhor’ é uma distopia bastante conservadora”

Resenha | As mulheres se tornam mercadoria na distopia “Boas meninas não fazem perguntas”

O machismo está tão enraizado na nossa sociedade que, infelizmente, chega a ser visto por algumas pessoas como algo natural e até aceitável. Mas você já imaginou se a opressão e a violência contra as mulheres fossem institucionalizadas? É com esse cenário tenebroso que o escritor Lucas Mota trabalha na distopia Boas meninas não fazem perguntas.

Continuar lendo “Resenha | As mulheres se tornam mercadoria na distopia “Boas meninas não fazem perguntas””

Resenha | O mundo é dominado por extremistas religiosos na distopia brasileira “E se as cartas falassem?”

A introdução de E se as cartas falassem?, escrito por Mayron Damasceno e Johnatan Gomes, dá a falsa impressão de que o livro vai contar uma história distante da nossa realidade. Afinal, ficamos sabendo que uma sociedade secreta tomou o poder em praticamente todos os países do mundo — inclusive no Brasil —, depois de se infiltrar no Vaticano e executar um bem sucedido ataque à ONU.

Esse início, a meu ver, é o ponto mais questionável do livro, por ser exagerado e conspiratório demais. Porém, mais importante é o que acontece após o surgimento dessa liderança, batizada como Nova Ordem: percebemos o quanto E se as cartas falassem? trata de temas que são preocupantes, em diferentes escalas, já nos nossos dias atuais.

Continuar lendo “Resenha | O mundo é dominado por extremistas religiosos na distopia brasileira “E se as cartas falassem?””