Resenha | William Wilson, de Edgar Allan Poe

WILLIAM WILSON (presente em Histórias extraordinárias)
Autor: Edgar Allan Poe
Tradução: José Paulo Paes
Editora: Companhia de Bolso
Páginas: 20 (conto) e 272 (livro)
Onde comprar: Amazon

O tema do “duplo” é muito frequente na literatura, existindo até um termo alemão para designá-lo: doppelgänger. Várias narrativas já foram escritas sobre personagens que encontram pessoas idênticas a si mesmos, e uma das mais populares é o conto William Wilson, de Edgar Allan Poe.

Continuar lendo “Resenha | William Wilson, de Edgar Allan Poe”

Resenha | A queda da casa de Usher, de Edgar Allan Poe

CapaA queda da casa de Usher (presente em Histórias extraordinárias)
Autor: Edgar Allan Poe
Tradução: José Paulo Paes
Editora: Companhia de Bolso
Páginas: 20 (conto) e 272 (livro)
Compre pela Amazon: http://amzn.to/2uGFQSk

Além de ser uma das obras mais conhecidas de Edgar Allan Poe, A queda da casa de Usher pode ser considerada uma síntese do estilo literário do autor. Vários elementos presentes em outros de seus textos aparecem nesse conto, que foi publicado originalmente em 1839: o cenário macabro e decadente, atingido por tempestades e ventos fortes; personagens perturbados e próximos da loucura; mulheres pálidas e de saúde frágil; e acontecimentos sobrenaturais inexplicáveis.

Continuar lendo “Resenha | A queda da casa de Usher, de Edgar Allan Poe”

Resenha | O visconde partido ao meio, de Italo Calvino

Na década de 1950, o escritor italiano Italo Calvino (1923-1985) publicou sua célebre trilogia Os nossos antepassados. Ela é formada pelos volumes O visconde partido ao meio, O barão nas árvores e O cavaleiro inexistente, cujos enredos não possuem ligação. Entretanto, todos narram histórias curtas, com situações fantásticas e bem humoradas que são protagonizadas por homens com cargos de nobreza. Apesar de tratar de figuras fictícias do passado, Calvino utilizou esses livros para abordar a condição do homem contemporâneo. A resenha de hoje é sobre o primeiro volume da trilogia, que chegou às livrarias em 1952.

Continuar lendo “Resenha | O visconde partido ao meio, de Italo Calvino”

Resenha | A carta roubada, de Edgar Allan Poe

Capa.jpgA carta roubada (presente em Histórias extraordinárias)
Autor: Edgar Allan Poe
Tradução: José Paulo Paes
Editora: Companhia de Bolso
Páginas: 20 (conto) e 272 (livro)
Compre pela Amazon: amzn.to/2uGFQSk

Hoje é dia de escrever sobre A carta roubada, último conto de Edgar Allan Poe protagonizado por C. Auguste Dupin. Se em Assassinatos na rua Morgue e O mistério de Marie Rogêt ele esbanjou sua inteligência em casos extremamente intrincados e que envolviam homicídios, em A carta roubada ele mostra que a solução de um crime pode ser muito simples.

Continuar lendo “Resenha | A carta roubada, de Edgar Allan Poe”