Resenha | ‘A Garota da Casa ao Lado’ é uma ótima leitura, mas é só pra quem tem estômago forte

Se em minha última resenha por aqui eu trouxe uma história de esperança na humanidade, na sequência engatei uma leitura que, olha, só por Deus! “A Garota da Casa ao Lado” é um verdadeiro soco no estômago! E já começo dizendo que, embora seja um baita livro, sua história perturbadora não é pra qualquer um.

Várias vezes durante a leitura pensei em deixar o livro de lado ou colocá-lo no freezer (fãs de Friends entenderão). Mas a escrita de Jack Ketchum (1946-2018) é envolvente, dinâmica e nos faz ficar desesperados pra saber o que vai acontecer na próxima página. Mesmo com as descrições extremamente gráficas da maldade humana, pra mim foi impossível deixar de ler.

Aqui conhecemos a tranquila vizinhança de um subúrbio americano, onde todos se conhecem e as crianças e adolescentes só querem aproveitar as férias de verão.

Meg e Susan, duas irmãs que acabaram de perder os pais num terrível acidente, vão morar lá, na casa dos Chandler, seus parentes. Nos primeiros dias tudo parece tranquilo, até que, de repente, as meninas se tornam reféns, vítimas de todo tipo de crueldade que se pode imaginar.

Por que alguns personagens, como Davy, o narrador da história, aceitam assistir aquelas cenas, sem denunciar o que acontece no porão? Por que nós, leitores, nos envolvemos tanto com uma história tão horripilante?

O livro, lançado pelo selo Macabra da Darkside Books, mexe com nossos sentimentos, emoções e instintos. No meu caso, a leitura foi rápida, mas acho que era um misto de “quero saber o que vai acontecer” com “quero acabar logo com isso”. Temos a sensação de que nós também somos um pouco responsáveis pelo sofrimento das meninas.

“A Garota da Casa ao Lado” tem texto de apresentação do mestre do terror, Stephen King, e é inspirada na terrível história real de Sylvia Likens, vítima das atrocidades cometidas por Gertrude Baniszewski, na década de 1960.

Vale muito a leitura, mas só se você tiver estômago forte: a história é chocante e extremamente revoltante.


A GAROTA DA CASA AO LADO
Autor:
Jack Ketchum
Tradução: Ana Death Duarte
Editora: DarkSide Books
Páginas: 320
Onde comprar: Amazon | DarkSide Books

*Livro recebido através da parceria com a editora.


Carla Furlan é publicitária, atriz e bailarina. É fã de “O Senhor dos Anéis”, “Game of Thrones” e do diretor Quentin Tarantino. Na música, adora Nando Reis, Beatles, Elvis e até hoje ama os Backstreet Boys.

2 comentários em “Resenha | ‘A Garota da Casa ao Lado’ é uma ótima leitura, mas é só pra quem tem estômago forte

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s