Resenha | ‘Para Sempre Vou Te Amar’ é um livro encantador sobre a beleza das relações humanas

Quem acompanha minhas resenhas por aqui, sabe que ultimamente venho me debruçando em leituras com temas pesados, como crimes, apocalipse e assombrações. E por mais que esses assuntos me interessem, busquei algo diferente e mais leve na escolha da minha leitura mais recente. Sim, eu sei que um drama pode não ser a melhor opção quando se busca leveza, mas “Para Sempre Vou Te Amar”, da americana Catherine Ryan Hyde, foi uma ótima escolha. Embora provoque algumas lágrimas, esta história também nos faz refletir sobre a beleza das relações de afeto e sentir aquele quentinho no coração ao longo de cada página.

Acompanhamos três anos da adolescência de Angie, que leva uma vida dura ao lado da mãe e de Sophie, sua irmã caçula. Sophie tem o transtorno do espectro autista e passa bastante tempo gritando, parando apenas quando perde a voz. Por isso, a pequena família vive mudando de casa, o que impossibilita que a mãe consiga um emprego estável e que Angie tenha amigos.

Durante um período na casa de uma tia, Sophie passa por um momento mais tranquilo. Ela fica fascinada por Rigby, a enorme cachorra da raça dogue alemão que pertence ao vizinho, Paul. Como a cadela também parece se conectar com as novas vizinhas, Paul, mesmo sendo bastante rabugento, permite que Angie e Sophie saiam para passear com ela todos os dias.

Uma nova relação de confiança surge entre Angie e Paul. Mas essa calmaria dura pouco, já que ele se aposenta e se muda para outra cidade.

A escritora americana Catherine Ryan Hyde. (Foto: Reprodução)

Sentindo a falta da cachorra, Sophie volta ao antigo comportamento de gritar por horas a fio. A tia, recém-viúva e exausta com a nova rotina, não consegue lidar com a situação e as coloca para fora de casa. Desesperada e sem saber o que fazer, a mãe decide ir atrás de Paul e Rigby. Mas tudo o que ele queria ao mudar de cidade era aproveitar a tranquilidade de sua aposentadoria.

Assim, surgem novas dificuldades e atritos. Mas é também a partir deste reencontro que relações de amizade nascem e se intensificam. Qual impacto personalidades e vivências tão diferentes podem ter umas sobre as outras?

Catherine Ryan Hyde nos conduz por uma história encantadora, cheia de carinho, confiança, coragem, responsabilidade e amor — daquele tipo que não precisa de motivos ou explicações.

Se você busca algo que te faça retomar a fé nas relações humanas nestes tempo tão turbulentos em que vivemos (e apreciar ainda mais a relação dos humanos com os doguinhos), “Para Sempre Vou Te Amar” é a escolha perfeita.


PARA SEMPRE VOU TE AMAR
Autora:
Catherine Ryan Hyde
Tradução: Débora Isidoro
Editora: DarkSide Books
Páginas: 336
Onde comprar: Amazon | DarkSide Books

*Livro recebido através da parceria com a editora


Carla Furlan é publicitária, atriz e bailarina. É fã de “O Senhor dos Anéis”, “Game of Thrones” e do diretor Quentin Tarantino. Na música, adora Nando Reis, Beatles, Elvis e até hoje ama os Backstreet Boys.

3 comentários em “Resenha | ‘Para Sempre Vou Te Amar’ é um livro encantador sobre a beleza das relações humanas

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s