Lista | 5 livros clássicos (e curtos) pra você ler num dia chuvoso

O estado de São Paulo está debaixo de chuva hoje e, ao que parece, o Sol só deve dar as caras a partir de amanhã. O clima está perfeito para uma boa leitura, e por isso eu vou indicar para você 5 livros clássicos que podem ser lidos em um dia ou dois. Além do valor que possuem por si só, esses “livrinhos” são excelentes portas de entrada para você conhecer o trabalho de grandes autores, sem precisar encarar imediatamente suas obras mais volumosas. Confira:

Continuar lendo “Lista | 5 livros clássicos (e curtos) pra você ler num dia chuvoso”

Lista | 5 razões que provam que a saga Star Wars poderia ter sido criada por William Shakespeare

Sabia que hoje é o Star Wars Day? A data foi criada quando alguém se deu conta de que a pronúncia para “4 de maio” em inglês (“May the 4th”, ou “May the fourth”) é muito parecida com o começo da frase mais famosa da saga criada por George Lucas (“May the force be with you”, ou “Que a força esteja com você”, em português).

Apesar de todo o sucesso de Star Wars, ainda tem muita gente que torce o nariz para a história de Darth Vader, Luke Skywalker e companhia, dizendo que se trata apenas de mero entretenimento. Mas quem é fã de verdade discorda. Star Wars tem muito mais em comum com várias obras de William Shakespeare, por exemplo, do que sonha a nossa vã filosofia. Duvida? Então confere aí!

Continuar lendo “Lista | 5 razões que provam que a saga Star Wars poderia ter sido criada por William Shakespeare”

Resenha | Macbeth, de William Shakespeare

l-pm-pocket-macbeth-william-shakespeare-172460Macbeth
Autor:
William Shakespeare
Tradução:
Beatriz Viégas-Faria
Editora:
L&PM
Páginas:
128
Compre pela Amazon:
amzn.to/2zfUqRi

Não é fácil resenhar uma obra como Macbeth. Eu poderia dizer que a peça de William Shakespeare é uma das maiores obras da literatura mundial, e que sua visão sobre a ambição, a cobiça e a culpa torna sua leitura obrigatória. Mas o leitor do blog, ao seguir minha opinião, pode acabar se decepcionando ao se deparar com uma obra que não é de fácil leitura – apesar da excelente tradução de Beatriz Viégas-Faria. Para encorajar esse leitor, eu faço uma comparação meio exagerada: Macbeth é o Game Of Thrones de William Shakespeare. Calma que eu explico.

Continuar lendo “Resenha | Macbeth, de William Shakespeare”