Diários #18 | The Blues Brothers

Numa noite dessas, eu estava navegando – sem nenhuma objetividade – pelo catálogo da Netflix. De repente, tomei um susto: entre os inúmeros títulos disponíveis atualmente está um dos meus filmes preferidos, e, certamente, aquele que eu mais assisti na vida: The Blues Brothers, que foi lançado aqui no Brasil com o inacreditável nome de Os irmãos cara de pau.

Continuar lendo “Diários #18 | The Blues Brothers”

Crítica | Aniquilação

O filme Aniquilação está dividindo opiniões e, antes mesmo de seu lançamento, já dividia expectativas. Muita gente ficou ansiosa pelo longa, afinal, é a adaptação do best seller escrito por Jeff VanderMeer, com direção e roteiro do cultuado Alex Garland (responsável por Ex Machina: Instinto artificial) e protagonizado pela ganhadora do Oscar Natalie Portman. Por outro lado, teve quem ficou com o pé atrás depois da decisão da Paramount de lançar Aniquilação apenas nos cinemas dos Estados Unidos, do Canadá e da China – no resto do mundo, o filme foi direto para a Netflix. Eu já assisti Aniquilação e é fácil entender porque o filme gerou tantas opiniões diferentes.

Continuar lendo “Crítica | Aniquilação”

Lista | 6 curiosidades sobre o filme “A forma da água”

No último domingo, 4, o filme A forma da água confirmou o favoritismo e se tornou o grande vencedor do Oscar 2018. O longa de Guillermo del Toro, que apresenta a relação de uma criatura marinha com uma mulher muda, faturou 4 estatuetas: “melhor direção de arte”, “melhor trilha sonora original”, “melhor diretor” e “melhor filme”. Hoje eu conto pra você 6 curiosidades sobre o filme:

Continuar lendo “Lista | 6 curiosidades sobre o filme “A forma da água””

Crítica | Jim & Andy – The great beyond

Em 1999, Jim Carrey estrelou o filme O mundo de Andy, a cinebiografia de um de seus maiores ídolos, o comediante Andy Kaufman (1949-1984). Em suas apresentações, Kaufman costumava confundir seus espectadores, que muitas vezes não conseguiam distinguir o que era piada e o que era realidade. Jim Carrey resolveu adotar esse método em O mundo de Andy, e passou a incorporar Andy Kaufman 24 horas por dia. Dessa forma, ele quase enlouqueceu o diretor (o consagrado Milos Forman), o elenco e a equipe de produção do filme.

Continuar lendo “Crítica | Jim & Andy – The great beyond”