Resenha | Contos do dragão da Editora Draco (Parte II)

Como prometido na semana passada, volto a escrever hoje sobre mais histórias da coleção Contos do dragão. Para quem não sabe, são narrativas curtas, elaboradas por diferentes autores, que são disponibilizadas individualmente pela Editora Draco. Se você está procurando uma nova leitura, aproveite: todos os contos de hoje (assim como os da semana passada) podem ser baixados gratuitamente.

(Observação: o número de páginas de cada conto é referente às edições para Kindle).

NinguémNinguém
Autora: Karen Alvares
Páginas: 9

O narrador dessa história perturbadora é um jovem que se aproxima (e acaba se tornando vítima) de um sádico que transmite assassinatos e mutilações pela internet. Nesse conto, Karen Alvares se afasta da inocência de O presente (resenhado na semana passada) e levanta questões sobre as raízes do mal. Por exemplo: com seu interesse mórbido, ainda que passivo, o narrador pode ser considerado cúmplice do maníaco? Ninguém tem um tema aterrador, mas, sem dúvida, é muito bem escrito.

Despertar-de-um-sonhoDespertar de um sonho
Autora: Melissa de Sá
Páginas: 13

O conto se passa no futuro após uma guerra nuclear e acompanha Ilio, um adolescente com poderes psíquicos ainda pouco conhecidos, que vive num abrigo subterrâneo. Nos últimos tempos ele vem tendo sonhos recorrentes com uma jovem que nunca viu, mas com quem sente que tem uma forte ligação. Despertar de um sonho faz parte da saga Metrópole, que engloba outros contos e romances, e não funciona tão bem individualmente, pelo menos para quem não está familiarizado com o restante da trama. Quando a história parece que vai decolar, ela acaba… Fica a impressão que não se trata de um conto “fechado”, com início, meio e fim, mas de uma simples amostra de uma história maior, que não está acessível imediatamente para o leitor. Por outro lado, ele é bem escrito e pode atiçar sua curiosidade para conhecer os outros trabalhos do universo criado por Melissa de Sá.

Música-em-suas-trançasMúsica em suas tranças
Autora: Ana Lúcia Merege
Páginas: 12

Por coincidência, esse conto é parecido tematicamente e tem o mesmo “problema” de Despertar de um sonho: ele parece simplesmente um trecho extraído e incompleto de um universo muito maior. Música em suas tranças faz parte da série de fantasia Athelgard e narra a primeira vez que o mago Kieran ouve falar da jovem Anna, por quem ele irá se apaixonar no futuro. Mais uma vez parece que, quando a história está embalando, ela acaba. Quem leu o romance O castelo das águias (o primeiro da série Athelgard) vai gostar de saber que Kieran já tinha uma conexão mágica com Anna antes mesmo de eles se conhecerem, mas, quem não leu, vai achar que o conto não tem final. Só pra comparar, é diferente, por exemplo, das três histórias presentes em O cavaleiro dos sete reinos, de George R. R. Martin. Mesmo que o leitor não tenha lido nenhum volume de As crônicas de gelo e fogo, ele vai se deparar com contos que têm início, meio e fim e fazem sentido individualmente, mesmo que algumas referências à série principal passem batidas. De qualquer forma, fiquei curioso a respeito de Athelgard e pretendo conhecer os outros volumes da saga.

Charlotte-SometimesCharlotte Sometimes
Autor: Fábio Fernandes
Páginas: 14

Deixei o meu conto preferido para o final. Em Charlotte Sometimes, Fábio Fernandes (que traduziu para o português clássicos da ficção científica como Laranja mecânica e Neuromancer) narra a passagem de um homem chamado Júlio por uma esfumaçada boate gótica. Ele não sabe como chegou lá e nem o que está fazendo ali, e logo fica em dúvida se está acordado ou sonhando. O conto tem muitas referências literárias (Philip K. Dick, Julio Cortázar) e pop (o título foi retirado de uma música de 1984 do The Cure). A linguagem do conto transmite com precisão a confusão mental de Júlio e o final é absolutamente surpreendente.

Se você se interessou por algum desses contos, pode baixar o e-book gratuitamente em sua loja preferida.

Imagens extraídas da internet.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s