Resenha | Carmilla, a vampira de Karnstein, de Sheridan Le Fanu

Carmilla, a vampira de Karnstein
Autor: Sheridan Le Fanu
Tradução: José Roberto O’Shea
Editora: Hedra
Páginas: 152
Onde comprar: Amazon

Em 1897, o escritor irlandês Bram Stoker apresentou ao mundo o personagem cujo nome se transformaria em sinônimo de vampiro: o Conde Drácula. O que nem todo mundo sabe é que Stoker foi profundamente influenciado por outra história de vampiro (ou melhor, vampira), que foi escrita vários anos antes por um conterrâneo seu. Estou falando de Carmilla, a vampira de Karnstein, obra mais conhecida de Sheridan Le Fanu.

Continuar lendo “Resenha | Carmilla, a vampira de Karnstein, de Sheridan Le Fanu”

Resenha | Don Juan, de Molière

don-juan-ou-o-convidado-de-pedraDon Juan
Autor: Molière
Tradução: Celina Diaféria
Editora: Hedra
Páginas: 110
Compre pela Amazon: http://amzn.to/2eVq28K

O personagem Don Juan foi criado pelo espanhol Tirso de Molina e apareceu pela primeira vez na peça O burlador de Sevilha, de 1630. De lá pra cá, ele foi utilizado por diferentes autores em poemas, óperas, romances e filmes. Se hoje em dia Don Juan se tornou sinônimo de um homem romântico, cavalheiro e conquistador, no século XVII ele tinha características bem pouco nobres. Em 1665, o dramaturgo francês Molière (1622-1673) criou sua versão do personagem e imaginou Don Juan como um sujeito de péssimo caráter (mas muito engraçado), numa peça que daria muita dor de cabeça pra ele.

Continuar lendo “Resenha | Don Juan, de Molière”