Resenha | ‘Good Omens – Belas Maldições’: o fim do mundo na visão de Neil Gaiman e Terry Pratchett

“Você cresce lendo sobre piratas, caubóis, homens do espaço, essas coisas, e justo quando você pensa que o mundo está cheio de coisas fantásticas, eles te dizem que a verdade é que ele está cheio é de baleias mortas, florestas devastadas e lixo nuclear que vai ficar por aí milhões de anos. Mundinho boboca de se crescer, se você quer minha opinião.”

Em minha adolescência, eu tinha vários cadernos nos quais anotava frases que me marcavam nos livros que lia. Caso eu ainda tivesse esse costume, Good Omens – Belas Maldições teria páginas e mais páginas anotadas por mim. Já no primeiro dia de leitura eu não conseguia largar essa história cheia de ironia, momentos fortes e “cutucadas” em nossa sociedade. Seriam justamente trechos como esse aí de cima que iriam para os meus cadernos.

Seja você religioso ou não, tendo lido a bíblia ou passado longe dela, creio que em algum momento já ouviu falar sobre o Apocalipse, a última parte do livro sagrado do cristianismo que narra os acontecimentos do fim do mundo.

Em Good Omens – Belas Maldições, de Neil Gaiman e Terry Pratchett, descobrimos que o fim do mundo está próximo. Na verdade, acontecerá no próximo sábado.

Terry Pratchett (1948-2015) e Neil Gaiman (Foto: Reprodução)

Em meio aos personagens mais variados que poderiam atravessar essa história, temos Aziraphale e Crowley, um anjo e um demônio que há séculos vivem em Londres. Extremamente apegados à humanidade e ao planeta, eles não querem participar da batalha final entre o bem e o mal e, por isso, se unem a fim de impedir tais eventos.

Pensam que talvez seja necessário exterminar o anticristo, que já nasceu e vive entre nós. O problema é que o tal anticristo é um garotinho de 11 anos, preocupado com a natureza, apaixonado por seu cãozinho, bom filho e o melhor companheiro que seus três melhores amigos poderiam ter.

Numa aventura com crianças, anjos, demônios, profetizas, caçadores de bruxas, cavaleiros do apocalipse e muito mais, os autores provocam boas risadas e reflexões necessárias!

Good Omens – Belas Maldições inspirou a série de mesmo nome, produzida por Neil Gaiman para o Amazon Prime Video. Pensada a princípio como minissérie (uma vez que a primeira temporada contemplou todos os eventos do livro), ela foi renovada e a sua continuação já está sendo gravada.

Segundo o próprio Gaiman, essa nova temporada dará vida às ideias que ele e Prachett (morto em 2015) tinham para a continuação do livro.


GOOD OMENS – BELAS MALDIÇÕES
Autores:
Neil Gaiman e Terry Pratchett
Tradução: Fábio Fernandes
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 364
Onde comprar: Amazon


Postado por Carla Furlan

É publicitária, atriz e bailarina. É fã de O Senhor dos Anéis, Game of Thrones e do diretor Quentin Tarantino. Na música, adora Nando Reis, Beatles, Elvis e até hoje ama os Backstreet Boys.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s