Livro “Walden” foi transformado em game

Se você fosse transformar um clássico da literatura norte-americana num jogo de videogame, provavelmente escolheria um título que tivesse muita ação, certo? Talvez As aventuras de Tom Sawyer ou O último dos moicanos. Por isso é surpreendente saber que uma universidade da Califórnia desenvolveu um game inspirado em Walden, obra de Henry David Thoreau publicada em 1854. A notícia saiu no New York Times e foi traduzida na Folha de São Paulo.

No livro, Thoreau descreve sua experiência contemplativa de viver sozinho por dois anos numa cabana às margens do lago Walden, em Concord, Massachusetts. O escritor queria se afastar da sociedade industrial norte-americana e se aproximar da natureza, para refletir sobre o que seria essencial para a vida do ser-humano.

Em Walden, a game o jogador revive a rotina de Thoreau: ele precisa observar animais, pescar, plantar feijão e construir sua cabana, por exemplo.

Walden (também conhecido como A vida nos bosques) se tornou uma obra muito influente. Ela foi uma das leituras que inspiraram Christopher McCandless em sua jornada para o Alasca (narrada no livro e no filme Na natureza selvagem). Um dos trechos mais conhecidos do livro de Thoreau também ocupa um papel importante no filme Sociedade dos poetas mortos:

Fui para a mata porque queria viver deliberadamente, enfrentar apenas os fatos essenciais da vida e ver se não poderia aprender o que ela tinha a ensinar; em vez de, vindo a morrer, descobrir que não tinha vivido.

A equipe responsável pelo game (que deve ser lançado em julho, quando se comemoram os duzentos anos do nascimento de Thoreau) disse que são duas as intenções do jogo: tornar o livro Walden mais popular e permitir que o jogador reviva a experiência do escritor.

A respeito do primeiro objetivo, ok. É perfeitamente possível que o jogador se interesse em conhecer a obra que inspirou o game. Mas olha só a ironia presente no segundo objetivo: a intensa jornada de autoconhecimento e de contemplação da natureza vivida por Thoreau, poderia, supostamente, ser repetida sem riscos nos dias atuais de forma virtual. Simples assim. Sinal dos tempos.

PS: Walden ou A vida nos bosques, com a tradução de Denise Bottmann, foi lançado no Brasil pela L&PM.

Confira os trailers de Sociedade dos poetas mortos e Na natureza selvagem:

Imagens extraídas da internet.

Um comentário em “Livro “Walden” foi transformado em game

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s