Resenha | Como eu era antes de você, de Jojo Moyes

Olá, pessoal! A resenha de hoje é muito especial! Ela é sobre o mega best-seller Como eu era antes de você e foi escrita pela minha noiva, Claudia Luchetti Leonel! Tenho certeza que vocês vão adorar! Mas atenção: o texto tem alguns spoilers.

capaComo eu era antes de você
Autora: Jojo Moyes
Tradução: Beatriz Horta
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Compre pela Amazon: amzn.to/2zysBGO

Oi, gente! A pedido do meu noivo, Lucas Furlan, escrevi uma “pequena” resenha sobre Como eu era antes de você.

O livro conta a história de Louisa Clark, uma jovem de 26 anos. Ela trabalha numa lanchonete, namora um ciclista chato pra caramba (que não dá a mínima pra ela) e sonha em ser estilista, apesar de seu gosto meio exótico de se vestir. Lou, como ela é chamada, é a responsável por pagar as contas de casa e sustentar sua família (formada por pai, mãe, irmã, sobrinho e avô).

Num belo dia, ela perde o emprego e se vê obrigada a arranjar um novo trabalho bem depressa. Ela faz várias entrevistas, mas nenhuma acaba dando certo… Depois de muita procura, eis que surge uma vaga de cuidadora assistente de uma pessoa tetraplégica. Lou não gosta muito da ideia, afinal, como ela mesma diz, não queria “limpar traseiros”… Mas depois de se certificar que não iria ter que fazer isso, ela aceita marcar uma entrevista. Mal sabia ela que essa entrevista mudaria sua vida!

Conheça Will Traynor

Lou é entrevistada por Camilla, a mãe do paciente. Ele se chama Will Traynor, tem 35 anos, e ficou tetraplégico depois de ter sido atropelado por uma moto. Lou fica sabendo que o contrato de trabalho seria de apenas seis meses, com um salário que ela jamais tinha sonhado em ganhar na vida. Para sua surpresa, apesar de nunca ter trabalhado como cuidadora e ter passado, literalmente, por uma saia justa na entrevista,  Lou acaba contratada.

Porém, o começo da relação entre ela e Will é péssima! Também pudera: o cara era muito antissocial! Mas tinha uma explicação: antes do acidente, Will era um rapaz bonito, rico, inteligente, dono do seu próprio nariz, que fazia esportes radicais, viajava e aproveitava o melhor da vida.

Depois do atropelamento, ele ficou preso a uma cadeira de rodas, dependendo de outras pessoas para tudo. Will movimentava um pouco apenas a cabeça e as mãos, e tinha como único amigo Nathan, seu fisioterapeuta. Depois de conhecê-lo, Lou ficou assustada e disse: “é horrível. Ele me odeia”.

Mas com seu jeito extrovertido e suas roupas um tanto esquisitas, Lou vai conquistando aos poucos a confiança de Will, e ele a dela também. A relação entre os dois fica um pouco mais íntima: ele começa a tirar sarro das roupas dela (inclusive da famosa meia-calça de abelhinha), ela canta pra ele uma musiquinha que o pai dela cantava quando ela era criança (detalhe: Will ficou horrorizado de tão ruim que era) e assim foi.

Eles se conhecem um pouco melhor, descobrindo curiosidades um do outro, o que um gosta e outro não e, com o tempo, o sentimento entre eles não era mais de repulsa, como parecia no início.

mebeforeyou-birthdaybumblebeesocks

Uma descoberta chocante

Quando tudo parece estar indo bem, Lou descobre que Will está planejando tirar a própria vida numa clínica na Suíça…Por causa da sua condição, ele tem uma saúde frágil e passa por diversos problemas que o deixam cada vez mais desanimado. Pra piorar, a eutanásia tinha data e hora marcada para acontecer! Lou fica chocada com a descoberta e não consegue aceitar que isso um dia aconteça de verdade. Inconformada com essa possibilidade, ela bola um plano para fazer Will mudar de ideia e passar a enxergar a vida com outros olhos, sem que ele saiba.

A essa altura do livro, eu já não conseguia mais parar de ler, era uma página atrás da outra! Até lutei contra o sono (coisa que eu não faço na vida) para saber o que ia acontecer! Mas, enfim, vamos voltar para a história…

Devagar e sem perceber, os dois vão se aproximando e se apaixonando um pelo outro. E ao mesmo tempo em que Lou tenta fazer com que o Will recupere o amor pela vida, ele tenta ensiná-la a dar mais valor a si própria, a correr atrás dos sonhos e a viver intensamente.

Uma linda história de amor

Como termina o livro? Leia, você não vai se arrepender. É uma linda história de amor que vai conquistar o seu coração e que vai te fazer refletir sobre amar, se doar, aprender e valorizar as coisas simples da vida.

Como eu era antes de você é um livro que me surpreendeu. Espero que te surpreenda também. Nesta semana começo a ler a sequência, Depois de você, e, quando terminar, posto uma nova resenha aqui!

Mas estou ansiosa mesmo pra assistir ao filme, já que não vi no cinema… Na adaptação, Will foi vivido por Sam Claflin (de Simplesmente acontece e da saga Jogos Vorazes), enquanto Lou foi interpretada por Emilia Clarke (a Daenerys Targaryen de Game of Thrones). Vamos ver se é tão bom quanto o livro!

AVALIAÇÃO

5-estrelas-2

Imagens extraídas da internet.

9 comentários em “Resenha | Como eu era antes de você, de Jojo Moyes

  1. Clau!

    Amei o livro! E como você também não assisti o filme!

    Realmente entendi o que quis dizer o fim do livro, e foi o que mais me apaixonou! Vou emprestar o livro 2 da minha irmã para ler!

    hahaha fiz igual a você, não podia ter 5 minutos de folga q estava no tablet lendo (comprei numa promoção o e-book e paguei apenas 5 reais)

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Ka, eu também amei o livro, me surpreendeu. Eu tô na metade do livro 2, vamos ver o que nos aguarda. Depois eu vou falar da continuação aqui também e vou querer saber o que você achou. Um abraço, querida!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Oi moça! Amei a resenha! Favoritei esse livro, pois Will é um encanto e a Lou uma peça única e preciosa. Então, tudo bem eles destruírem o meu coração.rs Não quis ler a sequência. Na minha cabeça não há continuação.rs Até hoje não superei a história e o filme foi ainda mais intenso.
    É pra guardar no coração né?
    Super beijo
    Resenhando por Marina

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Marina. Obrigada pelo seu comentário.
      Fico feliz que tenha gostado da resenha.
      Quanto ao livro, é sensacional, né? Os dois são demais, com certeza pra guardar no coração!
      Quanto à sequência, eu já li, e realmente concordo com você, não precisava. Não que seja ruim, mas passaria bem sem.
      O filme eu assisti no último sábado e simplesmente amei também. Foi bem fiel ao livro.
      Até mais!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s