Resenha | Roube como um artista, de Austin Kleon

Os Beatles nunca esconderam que escreveram muitas de suas músicas tentando imitar seus ídolos. John Lennon compôs Please please me e You’ve got to hide your love away querendo emular os estilos de Roy Orbison e Bob Dylan, respectivamente; já Paul McCartney tinha os hits da Motown em mente ao escrever Got to get you into my life — isso pra ficar só em três exemplos bem conhecidos.

Segundo o autor Austin Kleon no simpático livrinho Roube como um artista, é isso que grandes criadores fazem: eles se apropriam de trabalhos que admiram, combinam com suas outras influências e transformam em obras próprias. Nada é 100% original.

Continuar lendo “Resenha | Roube como um artista, de Austin Kleon”