Silvio Santos cancelaria os Beatles

Chegou às minhas mãos um exemplar de 1969 da Revista Intervalo. Publicada pela Abril, ela era especializada em assuntos relacionados à televisão, celebridades e música — que é o principal destaque dessa edição.

Rita dos Mutantes esnoba Françoise Hardy, Uísque e mulheres ainda vão acabar com Antônio Marcos e Elis Regina no terceiro mês de gravidez: “este filho está me fundindo a cuca” são algumas das reportagens. Há também uma boa entrevista com Gal Costa e, é claro, notas como Jerry (Adriani) operado da apendicite.

Mas o grande destaque é a matéria de capa: Você condena ou absolve os Beatles? Essa pergunta foi feita a doze personalidades, todos homens. Entre eles, estavam Erasmo Carlos, Plínio Marcos, Juca Chaves, Chacrinha e Silvio Santos.

John Lennon vinha de uma série de polêmicas, como sua foto nu ao lado de Yoko Ono na capa do disco solo e experimental Unfinished Music No.1: Two Virgins, de 1968. Ele também devolvera a medalha de Membro da Ordem do Império Britânico, honraria que os quatro Beatles tinham recebido da Rainha Elizabeth, em 1965. Essas duas atitudes foram decisivas na avaliação “do júri”.

A grande maioria absolveu os rapazes de Liverpool. Erasmo disse que “Deviam existir mil Lennons”. Para o ator Cláudio Marzo, “Quem é jovem tem todo o direito de lutar contra as velhas estruturas”. Plínio Marcos (“Absolvo porque são bons”) e Denis Carvalho (“Absolvo totalmente”) também foram favoráveis “aos réus”.

Chacrinha afirmou que “eles são bons mesmo”, mas “o que fazem é apelação”.

Dos entrevistados, apenas dois condenaram os Beatles com veemência: o empresário Marcos Lázaro e… Silvio Santos.

O primeiro disse que, mesmo reconhecendo que “artisticamente são geniais”, ele condena “por aparecerem nus e usarem psicotrópicos”. Também não concordava com “promoções baseadas em coisas que fogem à normalidade”.

Já o homem do baú foi mais enfático: “Não condizem com a nossa educação e nosso temperamento latino. Acho que eles deviam limitar-se a cantar”.

Ou seja, se fosse hoje em dia, Silvio Santos cancelaria os Beatles.


Postado por Lucas Furlan

É formado em Comunicação Social e trabalha com criação de conteúdo para a internet. Toca guitarra e adora música e cinema, mas, antes de tudo, é um leitor apaixonado por livros.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s