Diários #22: [Tag] Eu desejo

Fala, galera! Hoje eu vou responder a tag literária “Eu desejo”, que eu vi no Instagram @livros_fantasy, da Leylanne. Ela, por sua vez, encontrou a tag no @filhadezeus_. O ideal seria que eu tivesse respondido bem no começo do ano, mas não tem problema: ainda não chegamos nem no carnaval. Bora lá:

Qual autor eu desejo conhecer:
Quero muito ler alguma coisa do Julio Cortázar. Sei de sua enorme importância, mas nunca li nada dele. Tenho dois livros do autor argentino: As armas secretas e O jogo da amarelinha.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Série que desejo começar:
Quero começar A crônica do matador do rei, do Patrick Rothfuss. Estou adiando o início da leitura pois a saga ainda não foi concluída (estou com trauma de As crônicas de gelo e fogo, sim ou com certeza?).
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Série que desejo continuar:
Eu gostaria MUITO de continuar As crônicas de gelo e fogo, mas tá difícil… Quero ler a coleção completa do Sherlock Holmes e, assim que possível, finalizar a série Executores, do Brandon Sanderson. Li Coração de aço e adorei, mas, acabei não dando prosseguimento. Pelo menos, os dois volumes restantes da trilogia (Tormenta de fogo e Calamidade) já foram publicados.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Livro famoso que desejo ler:
Ah, são tantos… Um que eu quero muito ler em 2020 é Pedro Páramo, do Juan Rulfo. É um clássico que é indicado por muita gente boa.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Gênero literário que desejo dar uma chance:
Eu leio pouca poesia… Vou tentar ler mais.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Livro que desejo reler:
A lista também é longa… Mas, logo de cara, quero reler o clássico O morro dos ventos uivantes, da Emily Brontë. Também quero muito reler O oceano no fim do caminho, do Neil Gaiman.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Adaptação que desejo ver:
Em breve estreia a série The plot against America, baseada no romance Complô contra a América, do Philip Roth. Eu li o livro logo que ele saiu, há uns 15 anos, emprestado da biblioteca da faculdade. Na obra, Roth imagina como seriam os Estados Unidos da década de 1940 se o aviador Charles Lindbergh — que era antissemita e simpático ao nazismo — tivesse sido eleito presidente. A série estreia em março na HBO e deve fazer muitos paralelos com os dias atuais.

Desejo mais personagens:
Livros de ficção e seus personagens são importantíssimos para ampliar nossa visão de mundo e despertar empatia. Por isso, quanto mais variedade e representatividade, melhor.

E vocês? O que desejam ler neste ano?


Postado por Lucas Furlan

É formado em Comunicação Social e trabalha com criação de conteúdo para a internet. Toca guitarra e adora música e cinema, mas, antes de tudo, é um leitor apaixonado por livros.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s