Resenha | ‘Lady Killlers Profile: Belle Gunness’, de Harold Schechter

Quem acompanha minhas resenhas sabe o quanto gosto de ler histórias de suspense e crimes reais, né? Acho que o que mais chama minha atenção neste tipo de conteúdo é o mistério e a investigação dos casos em si. É justamente isso que encontramos em “Lady Killlers Profile: Belle Gunness”, um relato minucioso sobre uma das maiores assassinas da história norte-americana.

Continuar lendo “Resenha | ‘Lady Killlers Profile: Belle Gunness’, de Harold Schechter”

Resenha | ‘A Megera Domada’, de William Shakespeare

Muitos leitores chegam até “A Megera Domada” através das inúmeras adaptações que a peça ganhou, como a novela “O Cravo e a Rosa” e o filme “10 Coisas que Eu Odeio em Você”. Mas se engana quem pensa que essa obra de Shakespeare é apenas uma comediazinha romântica — pelo contrário, ela tem um lado bem controverso.

Continuar lendo “Resenha | ‘A Megera Domada’, de William Shakespeare”

Resenha | ‘Uma Família Quase Perfeita’, de M. T. Edvardsson

Sabe aqueles livros que a gente começa a ler e não consegue largar? “Uma Família Quase Perfeita”, de M.T. Edvardsson, é um desses!

Nele somos apresentados a uma pequena família sueca, conhecida e respeitada por toda a comunidade onde vivem. Adam, o pastor da igreja local, é o pai; Ulrika, uma experiente advogada de defesa, é a mãe; Stella, uma jovem de 18 anos, é a filha. Ela está presa, acusada de assassinato.

Continuar lendo “Resenha | ‘Uma Família Quase Perfeita’, de M. T. Edvardsson”

Resenha | ‘Unknown Pleasures’ é a biografia definitiva (e hilária) do Joy Division

A julgar pelo estilo musical e pelo fim trágico do Joy Division, eu jamais poderia imaginar que um livro sobre a banda pudesse ser engraçado. Mas a biografia Joy Division — Unknown Pleasures, escrita por um membro fundador da banda, o baixista Peter Hook, é hilária.

Continuar lendo “Resenha | ‘Unknown Pleasures’ é a biografia definitiva (e hilária) do Joy Division”