Resenha | O livro de ouro da mitologia, de Thomas Bulfinch

O livro de ouro da mitologia: histórias de deuses e heróis
Autor: Thomas Bulfinch
Tradução: David Jardim
Editora: Harper Collins
Páginas: 360
Onde comprar: Amazon

Você tem interesse por mitologia (principalmente a grega e a romana), quer saber mais sobre o assunto, mas não sabe por onde começar? Eu recomendo que você leia O livro de ouro da mitologia, do norte-americano Thomas Bulfinch.

Reprodução do quadro Cupido e Psique, de François Gerard, presente no livro.

Histórias e personagens influentes

O livro é praticamente um almanaque e nele podemos conhecer a fundo os personagens mitológicos mais importantes da Grécia e da Roma Antiga. Mas Bulfinch também dedicou alguns capítulos às lendas nórdicas e orientais.

O livro é ilustrado com pinturas famosas e apresenta poemas inspirados por essas histórias, para mostrar como a mitologia influenciou a cultura ocidental. Mas, pra isso, nem é preciso recorrer às artes clássicas: qualquer pessoa tem na cabeça uma imagem – nem que seja aproximada – do que seriam a Medusa, Pégaso, o Minotauro, o Cupido, ou o Cavalo de Tróia.

Isso sem falar de personagens como Hércules, Aquiles, Ulisses e Narciso. Qual criança hoje em dia, graças às adaptações da Marvel, não reconhece os nomes de Thor e Lóki?

Todos eles – e todos os outros – estão presentes nas páginas de O livro de ouro da mitologia.

Outra imagem do livro: o Cavalo de Tróia, em pintura de Giovanni Domenico Tiepolo.

Deuses imperfeitos… e personagens incríveis

Uma das coisas mais interessantes sobre os homens, mulheres e deuses antigos é que eles são muito, mas muito imperfeitos. Praticamente todos oscilam entre o bem e o mal, entre a vingança e a justiça, entre a luxúria e a fidelidade, entre a amizade e a inveja. Eles cometem muitos erros, e muitos desses erros deram origens a histórias inesquecíveis.

É por isso que eles são personagens tão bons. Eles são surpreendentes e refletem várias nuances de homens e mulheres de todas as épocas. Não é por acaso que tantas figuras mitológicas tenham sido usadas em estereótipos da psicanálise, por exemplo.

Outra coisa positiva em O livro de ouro da mitologia é que a linguagem é extremamente acessível. Mal dá pra acreditar que o livro foi publicado em 1855! Pois é: eu também me surpreendi ao saber que Thomas Bulfinch nasceu em 1796 e morreu em 1867.

O livro de ouro da mitologia é uma obra de referência desde sua publicação e é excelente pra quem quer saber mais sobre o assunto.

Um último detalhe: a minha edição é da Ediouro, mas o livro é publicado atualmente pela Harper Collins.

AVALIAÇÃO

5-estrelas-2

Fotos: Lucas Furlan

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s