Lista | As 10 melhores leituras de 2018 (e 5 releituras especiais)

E lá vamos nós para a lista das melhores leituras de 2018! Eu li ótimos livros, embora a maioria deles não tenha sido publicada neste ano. Foram várias biografias, muitos títulos em eBook e diversas releituras — tanto que listei também as 5 melhores obras que reli nos últimos 365 dias. Confira!

10 melhores leituras de 2018

10 – A sutil arte de ligar o f*da-se, de Mark Manson (Intrínseca)

Reconheço que sempre tive preconceito com obras de desenvolvimento pessoal, mas gostei bastante desse livro. Mark Manson escreve com humor e ironia e desvia de vários clichês do gênero. Leia a resenha completa aqui.

 

 

9 – A ilha do dr. Moreau, de H. G. Wells (Alfaguara)

É uma das obras mais conhecidas de Wells e mistura ficção científica, terror e aventura. O autor aproveita a trama imaginativa para fazer crítica social e levanta questões que seguem relevantes até hoje, como o tratamento ético com os animais. Leia a resenha completa aqui.

 

8 – A filha perdida, de Elena Ferrante (Intrínseca)

Foi o primeiro livro da Elena Ferrante que eu li e fiquei impressionado. O estilo dela é claro, mas bastante denso. A maternidade é o principal tema do livro e a protagonista tem uma visão bem dura sobre o papel das mães. Leia a resenha completa aqui.

 

7 – O assassinato de Roger Ackroyd, de Agatha Christie (Globo Livros)

O primeiro grande sucesso de Agatha Christie demora um pouco pra deslanchar, mas a persistência na leitura vale a pena. O desfecho é surpreendente e é sempre muito divertido acompanhar Hercule Poirot em ação. Leia a resenha completa aqui.

 

6 – Eu e não outra: a vida intensa de Hilda Hilst, de Laura Folgueira e Luisa Destri (Tordesilhas)

Além de ser uma das melhores escritoras brasileiras, Hilda Hilst também era uma figuraça. Essa biografia reúne várias histórias sobre ela e é uma ótima oportunidade para saber mais sobre a vida da autora, que foi a grande homenageada da FLIP 2018. Leia a resenha completa aqui.

 

5 – Demolidor – A queda de Murdock, de Frank Miller e David Mazzucchelli (Salvat)

A queda de Murdock é uma das histórias mais famosas do “homem sem medo” e a sua fama não é por acaso. A queda e a ressurreição do herói são mostradas de forma quase religiosa, com arte e roteiro impecáveis. Uma HQ obrigatória! Leia a resenha completa aqui.

 

4 – Stephen King, a biografia – Coração assombrado, de Lisa Rogak (Darkside Books)

Essa é uma biografia “não autorizada”, mas é um livro muito completo para quem quer conhecer melhor a vida e a carreira de Stephen King. Sem falar que essa edição comemorativa da Darkside Books é fantástica! Leia a resenha completa aqui.

 

3 – Trainspotting, de Irvine Welsh (Rocco)

O livro foi um marco da década de 1990 — graças também ao filme de Danny Boyle. Welsh descreve a rotina de uma turma de viciados escoceses, num texto que é ao mesmo tempo engraçado, depressivo, nojento, punk, pop, visceral e cheio de energia. Leia a resenha completa aqui.

 

2 – Heavier than heaven – Mais pesado que o céu, de Charles R. Cross (Globo Livros)

Como fã de Kurt Cobain e do Nirvana, foi muito difícil pra mim ler essa biografia. É incrível ler sobre a formação da banda, mas é doloroso conhecer em detalhes a vida dolorosa — cheia de tristeza, raiva e insegurança — que Kurt levou. Leia a resenha completa aqui.

 

1 – A morte de Ivan Ilitch, de Lev Tolstói (Editora 34)

Só mesmo Tolstói pra pegar a história de um funcionário público medíocre e transformá-la numa obra-prima da literatura mundial. O livro é incômodo, com muitas críticas aos arrivistas, médicos e funcionários públicos, mas também é belíssimo. Depois da longa agonia do personagem, sua morte é praticamente um êxtase religioso. Leia a resenha completa aqui.

 

Bônus: 5 releituras muito especiais

Como escrevi no começo do post, reli neste ano vários livros que foram importantes na minha vida de leitor. As principais releituras de 2018 foram:

5 – Max e os felinos, de Moacir Sclyar (L&PM)

Bastante conhecida por ter sido plagiada por Yann Martell em As aventuras de Pi, essa obra merece ser valorizada por suas qualidades literárias. O livro narra a história do judeu Max, cujos medos sempre são acompanhados pela presença de grandes felinos. Leia a resenha completa aqui.

 

4 – Bartleby, o escrivão, de Herman Melville (José Olympio)

Bartleby é um dos personagens mais complexos da literatura e sua recusa em cumprir as ordens que recebe (“Preferia não fazê-lo”) gerou inúmeras interpretações ao longo do tempo. É curioso como um personagem que pode ser visto como apenas apático num primeiro momento, se transforma num modelo de rebeldia. Leia a resenha completa aqui.

 

3 – Fup, de Jim Dodge (José Olympio)

É um dos meus livros preferidos e, como é curtinho, eu o releio sempre. Um rapaz gordo, uma pata temperamental e um velho que se julga imortal formam uma das famílias mais especiais e extravagantes que eu já conheci nos livros. Leia a resenha completa aqui.

 

 

2 – A metamorfose, de Franz Kafka (Companhia das Letras)

Leitura e releitura obrigatórias: A metamorfose é uma das obras mais influentes da história. Kafka reflete sobre a condição humana na bizarra história de um homem que acorda transformado num imenso inseto. Leia a resenha completa aqui.

 

 

1 – A invenção de Morel, de Adolfo Bioy Casares (Biblioteca Azul)

É impressionante que Bioy Casares tenha publicado esse livro com apenas 26 anos! Com seu estilo clássico, e sem esconder sua admiração pela literatura fantástica, o autor argentino escreveu uma das obras mais originais do século XX. Leia a resenha completa aqui.

 

Essas foram as minhas leituras e releituras preferidas de 2018. E vocês? Quais livros mais gostaram de ler neste ano?

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s