Resenha | ‘As Sombras de Outubro’, de Sørem Sveistrup

Já ficou bem claro pra quem acompanha minhas resenhas por aqui que adoro o gênero suspense, né? Acredito que essa paixão surgiu com os livros da Agatha Christie. Sempre me encantei com a forma como seus detetives vão juntando as peças da investigação e, de repente, tudo é revelado. E na maioria das vezes eu fico espantada, porque o criminoso não é quem eu esperava que fosse.

Gosto dessas histórias que fazem a gente se sentir dentro do livro. Quando somos levados para as investigações e, assim, tiramos nossas conclusões e fazemos nossas apostas. Melhor ainda quando o livro é tão cheio de reviravoltas que causam na gente as mesmas frustrações e expectativas que os personagens sentem.

E foi justamente isso que encontrei em “As Sombras de Outubro”, um livrão do dinamarquês Sørem Sveistrup.

Acho romances policiais arriscados, pois podem facilmente cair em resoluções fáceis e previsíveis — o que, para mim, torna o livro fraco. Mas fique tranquilo, isso não acontece aqui. Cada personagem é muito bem desenvolvido e a trama se desenrola num ritmo ótimo: sem pressa e, ao mesmo tempo, sem enrolação.

Vamos à história.

Em Copenhagen, mulheres estão sendo assassinadas de forma brutal e, nas cenas dos crimes, são encontrados pequenos bonecos feitos de castanhas. Durante a investigação, descobre-se uma ligação entre esses bonecos e uma menina dada como morta.

A menina, filha de Rosa Hartung, uma importante política local, desapareceu no ano anterior. As investigações foram difíceis, mas o assassino confesso agora cumpre sua pena.

O escritor dinamarquês Sørem Sveistrup. (Foto: Mogens Engelund/Wikimedia Commons)

Thulin e Hess são os policiais responsáveis por investigar os assassinatos atuais e, quanto mais eles se aprofundam em suas investigações, mais percebem que precisam correr contra o tempo a fim de evitar novos crimes.

Qual é a conexão entre o que está acontecendo agora e o desaparecimento da menina? Por que os investigadores do caso Hartung não querem que ele seja reaberto? O que há no passado desse pacato lugar?

A obra de Sørem Sveistrup inspirou a série “O Homem das Castanhas”, que estreou na Netflix no ano passado. Sveistrup já era conhecido por ter criado outra série famosa, The Killing (disponível na plataforma Star+).

Ficou curioso? Dê uma chance para este livro e para a série (já comecei a assistir também)! Garanto que vale a pena.

→ Capa do post: cena da série “O Homem das Castanhas”, baseada em “As Sombras de Outubro”. (Netflix/Reprodução)


AS SOMBRAS DE OUTUBRO
Autor:
Sørem Sveistrup
Tradução: Natalie Gerhardt
Editora: Suma
Páginas: 416
Onde comprar: Amazon | Companhia das Letras

*Livro recebido através da parceria com a editora.


Carla Furlan é publicitária, atriz e bailarina. É fã de “O Senhor dos Anéis”, “Game of Thrones” e do diretor Quentin Tarantino. Na música, adora Nando Reis, Beatles, Elvis e até hoje ama os Backstreet Boys.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s