Resenha | ‘Love – A História de Lisey’ é um dos livros favoritos de Stephen King, e não é por acaso

Sabe quando a gente diz que algo é “uma viagem”? Pois é, Love — A História de Lisey é uma verdadeira viagem, no melhor sentido dessa expressão. Stephen King nos conduz por lugares e situações impressionantes e intensas. E é incrível: meu cérebro tem o registro exato de cada um desses lugares visitados. Talvez aí resida parte da genialidade do autor. Mesmo que não haja descrições extremamente detalhadas dos cenários, eu conseguia me sentir dentro de cada um deles.

Algumas pessoas dizem que, quando criam, escritores e outros tipos de artistas vão para outros lugares dentro de suas cabeças. Será que existe mesmo um lugar assim? Scott, o escritor dentro desta história, tem um lugar assim: Boo’ya Moon. Um refúgio tão inspirador quanto ameaçador.

Love é uma história de amor, como o próprio título sugere, mas que foge de todos os clichês.

O escritor Stephen King. (Foto: Pinguino K / CC BY-NC-SA)

Lisey é casada com o famoso escritor Scott Landon e o relacionamento dos dois é cheio de cumplicidade, amor e também alguns mistérios. Reverenciado por seus fãs, Scott não é uma celebridade esnobe. Pelo contrário: é divertido, peculiar e, de certa forma, lida bem com o assédio dos fãs. É Lisey quem não gosta de tanta exposição.

Ah, não te contei, Scott está morto desde o início do livro. Agora é Lisey quem sofre com a perseguição dos fãs e, principalmente, dos editores que buscam uma obra inédita para ser publicada.

Dois anos após a morte de Scott, Lisey, cansada da insistência daqueles a quem chama de caçacatras, começa a mexer nos textos não publicados e a desmontar o escritório do falecido marido. É a partir daí que passamos a viajar em suas memórias. Os eventos são absurdos, inexplicáveis e assustadores. Lisey é a única que conhece todo o passado perturbador do marido e sempre defendeu sua vida e sua sanidade mental. Mas agora que ele se foi, a corajosa Lisey precisa enfrentar a ameaça daqueles que não conhecem limites, defendendo a si mesma e o que ainda lhe resta de Scott.

Não tenho dúvidas, Love entrou pra lista dos meus livros favoritos, por sua fantasia surpreendentemente realista. Ou seria uma realidade surpreendentemente fantasiosa?

Esta é também uma das obras favoritas do próprio Stephen King, que escreveu cada um dos 8 episódios da minissérie inspirada em sua obra. A história de Lisey. Produzida pela Apple TV+, ela tem no elenco Julianne Moore, como Lisey, e Clive Owen, como Scott.

Eu não vejo a hora de assistir. E você? Tá animado pra conhecer esse casal?


LOVE – A HISTÓRIA DE LISEY
Autor:
Stephen King
Tradução: Fabiano Morais
Editora: Suma
Páginas: 536
Onde comprar: Amazon | Grupo Companhia das Letras

Livro recebido através da parceria com a editora.


Postado por Carla Furlan

É publicitária, atriz e bailarina. É fã de O Senhor dos Anéis, Game of Thrones e do diretor Quentin Tarantino. Na música, adora Nando Reis, Beatles, Elvis e até hoje ama os Backstreet Boys.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s